Produtores de pera rocha exportam 85% da produção

Segundo dados divulgados pela associação do setor, as exportações de pera rocha representaram 86% da produção na campanha de 2015/2016, mais do que os 50% registados em 2014/2015, permitindo este ano ao setor superar a faturação com uma menor produção, relativamente à campanha anterior.

Entre agosto de 2015 e o mesmo mês de 2016, foram exportadas 71 mil toneladas de pera rocha das 133 mil produzidas (86%), quando em 2014/2015, de um total de produção de 201 mil toneladas, 102 mil foram vendidas no mercado externo (50%), de acordo com a Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha (ANP).

Em 2015/2016, as vendas de pera rocha renderam entre 130 a 140 milhões de euros, dos quais 100 a 120 milhões resultaram das exportações, quando um ano antes o sector faturou 120 milhões de euros.

Segundo o Presidente da ANP, Aristides Sécio, como houve uma diminuição da produção, desviou-se para exportação parte do que o mercado nacional consumia para, por um lado, manter clientes e contratos comerciais e, por outro lado, conseguir valorizar a produção e melhores preços.

Brasil (29.135), Reino Unido (11.156), França (9.126), Marrocos (8.135) e Alemanha (4.565) são atualmente os cinco principais mercados de destino desta fruta.

Além dos tradicionais mercados de destino da pera rocha, têm surgido como mercados emergentes para onde a pera rocha já começou a ser exportada, Líbia, Emirados Árabes Unidos, Azerbaijão, Singapura, Cabo Verde, Gana, Nigéria e Sri Lanka. Canadá, Angola e outros países europeus também se incluem entre os mercados por excelência da pera rocha.

A ANP, que representa o setor, possui cinco mil produtores associados, com uma área de produção de 11 mil hectares. A campanha 2016/2017 começou em agosto deste ano, com 100 mil toneladas de fruta colhidas, uma quebra de 15% face à anterior e de 50% face à produção considerada normal. A pera rocha é produzida (99%) nos concelhos entre Mafra e Leiria, numa área de cultivo de 11 mil hectares, sendo os concelhos de maior produção os do Cadaval e Bombarral.

A pera rocha do Oeste possui Denominação de Origem Protegida, um reconhecimento da qualidade do fruto português por parte da União Europeia.

Fonte: agroinfo.pt

0 visualização0 comentário

©2023 - Root. All Rights Reserved. Designed & Developed by Broono

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn