Produção e comercialização de melão

A China é o maior produtor mundial de melão, com um peso próximo dos 50% da produção mundial. Por outro lado, a nível de exportações, a Espanha é o principal exportador mundial deste fruto.

Portugal produz anualmente mais de 90.000 toneladas de melão, numa área de cultivo de cerca de 4.000 hectares. As zonas geográficas de maior importância na produção deste fruto são no Sul do país, nomeadamente Vila Franca de Xira, Almeirim, Alpiarça, Beja, Moura e Algarve. Porém, também existe produção na região de Entre Douro e Minho, com a produção maioritariamente de melão Casca de Carvalho. De entre as principais cultivares comercializadas, destacam-se a Pele de Sapo (também muito comum em Espanha), Casca de Carvalho e Tendral. As cultivares Harvest King e Gália, comumente designadas por meloas, são também populares.

O modo de produção predominante em Portugal é a cultura de ar livre, de regadio e sequeiro. Em estufa, a cultura só acontece de forma expressiva no Algarve, representando aproximadamente 60% da produção desta região.

Características Organoléticas

As características organoléticas (cor, textura, sabor…) do melão são variáveis, dependendo da espécie e da forma de cultivo. Podemos encontrar polpas de melão amareladas, esbranquiçadas ou esverdeadas. No caso da meloa, é característica a presença de nervuras na casca, e uma polpa verde ou alaranjada.

O melão não continua o processo de amadurecimento após a colheita, pelo que se for colhido antes de se encontrar numa fase ótima de maturação, não atinge o seu melhor sabor. É comum servir o melão ao natural, como entrada ou sobremesa. É um fruto muito apreciado na forma de sumo ou gelado, devido à abundância de água no interior e ao seu sabor suave.

O melão detém 90% de água na sua composição, tendo mais procura nas épocas de muito calor. Contém vitaminas A, C e E, além de alguns sais minerais como ferro, fósforo, cálcio e potássio. Tem também efeitos diuréticos – 100 gramas de melão contém somente 25 calorias.

Melao

Como medir a qualidade do melão?

Para se poder averiguar se um melão está em boas condições de consumo, existe um conjunto de características que o podem indiciar: as sementes devem estar soltas (sacudindo a fruta, deverá fazer ruído); quando comprimido, deve ceder ligeiramente, apresentar uma cor forte e livre de rachaduras, partes moles e/ou perfurações de insetos; o cheiro da fruta deve ser agradável e suave.

Comercialização

A comercialização tem início em meados de agosto e termina a meados de outubro, com o melão de sequeiro. A maioria dos produtores planeia a produção com o intuito de satisfazer os compromissos de abastecimento das entidades comerciais, sejam as Cooperativas e Organizações de Produtores, sejam as grandes Cadeias de Distribuição. O melão é transacionado em diferentes canais: desde os mercados regionais às grandes superfícies de venda, passando pela prática ainda habitual de venda direta ao consumidor, à beira da estrada ou em mercados típicos.

Balança Comercial

A balança comercial do melão é negativa. O principal fornecedor do mercado nacional é a Espanha, com uma quota de 85% e, em período de contra-estação, a Costa Rica e o Brasil são os principais exportadores para Portugal, representando em conjunto cerca de 10% das importações deste fruto. As exportações portuguesas são baixas, comparativamente ás importações, mas têm vindo a aumentar, principalmente para Espanha e Itália.

Fonte: GPP / FreshPlaza.

#Melão #Meloa #Produção #Comercialização #Preços #Futicultura #Mercados #agronegócio

1 visualização0 comentário

©2021 - Root. All Rights Reserved. Designed & Developed by Broono

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn