Portugal produz alimentos seguros e acima da média europeia

Portugal produz alimentos com níveis de segurança acima da média da Zona Euro. Esta é a principal conclusão do mais recente relatório da Agência Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA), que revela uma taxa de 98,4% de alimentos produzidos em Portugal livre de resíduos de produtos fitofarmacêuticos ou com níveis de resíduos dentro dos limites legais.

Refere uma nota da DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária que a média da Zona Euro é de 96,2%.

53,6% dos alimentos nacionais analisados está livre de resíduos quantificáveis O relatório revela também que 53,6% dos alimentos nacionais analisados está livre de resíduos quantificáveis, mais uma vez um valor melhor do que a média da Zona Euro, que se situa nos 51%.

No seu relatório anual, a EFSA analisa os resultados do programa de controlo coordenado pela União Europeia, em que os países inquiridos analisam amostras do mesmo grupo de géneros alimentícios e dos mesmos pesticidas.

Produtos analisados Neste relatório, os resultados dizem respeito a um conjunto de produtos comuns à mesa dos europeus: maçãs, couve-repolho, alho-porro, alface, pêssego, morango, tomate, centeio, vinho, leite de vaca e gordura de suíno.

Com base nos resultados das análises, a EFSA efectuou uma avaliação de risco agudo a curto prazo e crónico a longo prazo e, em ambos os casos, os riscos para a saúde humana foram considerados baixos.

Para mais informações consulte o documento completo aqui (via Agricultura e Mar Actual).

0 visualização0 comentário

©2023 - Root. All Rights Reserved. Designed & Developed by Broono

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn