HawkSpex: app para verificar resíduos nos alimentos através do smartphone

A aplicação permitirá, por exemplo, a um consumidor verificar se os alimentos contêm resíduos nocivos ou a um produtor agrícola medir os níveis de nutrientes das suas culturas.

Com a app desenvolvida pela empresa Fraunhofer será possível verificar os ingredientes de um alimento. As possibilidades da aplicação são várias: por exemplo, é possível verificar se um fruto contém resíduos químicos. A capacidade de verificar através de um smartphone se uma maçã contém resíduos químicos será, segundo a empresa alemã de tecnologia Fraunhofer IFF, em breve possível. Uma maça pode ser rotulada como biológica, mas o consumidor não sabe se efetivamente a maçã não foi exposta a químicos. A app “HawkSpex” permitirá aos consumidores verificar por eles mesmos.

A abordagem é simples: o utilizador pega no smartphone, abre a aplicação, aponta a câmara para o objeto – por exemplo a maçã – e recebe informação relevante sobre o fruto, como por exemplo se existe algum resíduo químico na maçã ou o seu valor nutricional.

Já existem no mercado algumas aplicações que providenciam este tipo de informação, contudo, o utilizador necessita de equipar o telemóvel com equipamentos adicionais, que são caros e pouco práticos. “A vantagem da nossa app deve-se ao facto de o utilizador apenas necessitar da câmara, que já está integrada no seu smartphone”, afirma o Diretor de I&D da Fraunhofer, Udo Seiffert, em comunicado divulgado pela empresa.

Medir com uma simples câmara de um Smartphone

Para efetuar o scan, normalmente recorre-se a uma câmara hiperespectral especial, que se ajusta às diferentes colorações e luzes, medindo a intensidade de luz e quais as cores que são refletidas pelo objeto. Desta forma, a câmara gera uma imagem espectral completa do objeto. Esta imagem é combinada com um modelo matemático para extrair uma alargada quantidade de informação sobre o objeto, como por exemplo os seus constituintes.

“As câmaras híper-espectrais não veem integradas nos smartphones, pelo que simplesmente revertemos o princípio”, explica a empresa alemã. “A câmara é um sensor de três vias, um que rastreia todos os comprimentos de onda e ilumina um objeto com diferentes tons de cores”. E ao invés da câmara medir a intensidade de cores diferentes, a aplicação usa o visor do dispositivo para iluminar sucessivamente o objeto com uma série de luzes diferentes, cada uma por cada fração de segundo.

Quando o dispositivo emite apenas luz vermelha, o objeto apenas reflete luz vermelha – e a câmara apenas pode medir esta luz. Algoritmos inteligentes permitem à aplicação compensar a limitada capacidade de computação do telemóvel, bem como a performance limitada da câmara e do visor. A primeira versão beta da app está pronta e encontra-se com um pedido de patente pendente. A empresa espera que o “HawkSpex” seja lançado no mercado no final de 2017.

A aplicação tem vários fins, e nem sempre é necessário rastrear os constituintes de um determinado objeto, apenas a distribuição dos mesmos. Por exemplo, no caso de um automóvel, a app compara a pintura para determinar se se trata exatamente da mesma cor em todo o veículo ou se esta foi pintada novamente em algum lado.

Tal como a Wikipédia, os utilizadores vão contribuir para o desenvolvimento da app

“Existem muitos usos possíveis para diferentes mercados”, afirma a empresa, pelo que a abordagem ao desenvolvimento está a ser feita tendo como base o modelo de enciclopédia online Wikipédia. “Assim que a app esteja disponível, os utilizadores vão poder contribuir e criar novas aplicações. Por exemplo, uma função que verifique a exposição de alfaces a pesticidas. Os utilizadores ensinarão o sistema a lidar com os diferentes desafios, usando a app para verificar diferentes tipos de alface sujeita e não sujeita a pesticidas e enviar a informação para a Fraunhofer. A equipa de desenvolvimento irá verificar a informação e providenciar esta nova função a todos os utilizadores”.

Esta aplicação tem um potencial interesse comercial em vários setores, com uma lista de possibilidades extremamente alargada: pode ser usada em alimentos, produtos cosméticos ou até mesmo na própria atividade agrícola. Os agricultores, por exemplo, poderão saber facilmente se as suas culturas têm nutrientes suficientes ou se é necessário alterar a fertilização.

Para mais informação, clique aqui.

0 visualização0 comentário

©2023 - Root. All Rights Reserved. Designed & Developed by Broono

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn