Espanha quer usar drones para controlar apoios ao investimento agrícola

Os drones estão a ser cada vez mais utilizados na agricultura, como forma de controlar o crescimento das culturas e mesmo das pragas. Mas as autoridades espanholas querem aumentar o uso destes veículos aéreos não tripulados. Segundo a revista Agricultura e Mar Actual, a titular da pasta da Agricultura de Múrcia está a estudar a incorporação de drones nos controlos de campo relativos aos apoios da Política Agrícola Comum (PAC).

As autoridades espanholas explicam que aqueles equipamentos podem ter uma maior eficiência e eficácia, reduzindo complexidade e custos, uma vez que os drones são capazes de identificar parcelas e culturas, assim como o seu estado.

Em nota de imprensa, a tutela da Agricultura de Múrcia avança que a diretora geral de Fundos Agrários, Carmen García Frago, já assistiu a uma demonstração técnica no terreno das prestações que se podem obter com o uso de drones. “Assim se comprovou que a técnica da fotografia esférica, a cerca de 100 metros de altura, permite obter informação de campo de cerca de 100 hectares em 30 minutos”, ficando-se a conhecer os tipos de cultivo, a exatidão da parcela utilizada e o estado das culturas, refere a mesma nota.

Outra utilidade do uso de drones que ficou clara naquela ação de campo foi a medição com precisão de uma parcela de cinco hectares num voo programado de cinco minutos.

Aplicação ao greening

Os testes espanhóis captaram ainda imagens come câmaras multiespectrais e de infravermelhos, através das quais se conseguem captar nuances que o olho humano não é capaz de ver, e com as quais se podem fazer diagnósticos das culturas, como determinar o seu vigor, a gestão hídrica e gerar um mapa de fertilização, assim como detetar doenças, embora a função mais interessante para os controlos da PAC seria a obtenção de dados sobre a vegetação existente num dado momento (greening).

Fonte: revista Agricultura e Mar Actual.

0 visualização0 comentário

©2021 - Root. All Rights Reserved. Designed & Developed by Broono

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn