Empresa cria primeiros alperces vermelhos

Empresa espanhola PSB Plant Production desenvolveu novas cultivares de alperce e, em breve, irão estar disponíveis nas prateleiras dos supermercados alperces totalmente vermelhos.

Até ao momento, a gama inclui 5 cultivares: Cyrano, Fuego, Cheyenne, Totem e a HB278-104, que cobrem o período de colheita do início de maio ao final de junho, para produção em áreas mediterrânicas, como Portugal, Espanha, Itália e França.

“Depois de vários dias de hibridizações e testes de campo, obtivemos alperces 100% vermelhos, muito apelativos visualmente e saborosos. O Brix destes frutos ronda os 12 e os 15 graus”, explica Stéphane Buffat, Gerente da PSB Plant Production, ao Fresh Plaza.

Cyrano.

Cyrano.


Cheyenne

Cheyenne.

De acordo com o criador, para além das qualidades organoléticas, uma das suas vantagens é o baixo volume de fruta descartada. “A pele destes damascos é firme e resistente, o que reduz o desperdício na colheita.”

Dado que este é um conceito totalmente novo no mercado, a PSB adianta que as cadeias de distribuição estão já a vendê-las mais caro do que os alperces laranjas ou amarelos: “Os produtores e agentes de mercado que estão a optar por trabalhar com estas cultivares vão conseguir margens mais interessantes, e esta foi a razão principal que nos levou a desenvolver esta nova gama”.

A PSB produz e comercializa a sua própria fruta de caroço: “Como produtores e agentes de marcado, estamos familiarizados com o que a indústria precisa ou possa estar interessada. Contrariamente ao que algumas outras empresas fazem, nós não mantê-mos as nossas cultivares apenas para nosso uso exclusivo. Acreditamos que, com um maior número de agricultores a produzir e comercializar, seremos mais fortes.”

A primeira cultivar a ser colhida é a Totem, de 15 a 20 de maio, seguindo-se a Fuego, a partir de 10 de junho, e cinco dias depois a Cheyene (18 graus Brix) e, por fim, a Cyrano, entre 15 e 20 de junho. A última das cultivares obtida, a HB278-104, ainda não possui nome comercial, a maturação começa no final de junho e, até agora, é a cultivar mais tardia das cinco já desenvolvidas.

A empresa está neste momento a desenvolver uma gama completa, com o objetivo de cobrir todo o período de colheita (entre julho e agosto) nos próximos anos.

Ler aqui.

#Futicultura #Damasco #FrutasdeCaroço #Alperce #Agricultura #InvestigaçãoampDesenvolvimento

0 visualização0 comentário

©2023 - Root. All Rights Reserved. Designed & Developed by Broono

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn