Embargo russo às frutas e legumes da UE mantém-se até 2018

A Rússia estendeu a proibição de frutas e legumes da União Europeia até ao final de 2018, de acordo com a Secção de Agricultura do Departamento de Economia da Embaixada dos Países Baixos em Moscovo, via Twitter. O embargo é assim estendido por mais seis meses.

Esta deverá ser a resposta à decisão, por unanimidade, da União Europeia, de fim de junho, em alargar as sanções contra a Rússia por mais seis meses. A UE decidiu que os progressos para o cumprimento do protocolo de Minsk tinham sido insuficientes. Este protocolo visa alcançar uma trégua na Ucrânia. Desde a imposição de sanções em 2014, após o envolvimento da Rússia no conflito ucraniano e a anexação da Crimeia, a cada seis meses os Estados-membros da UE decidem se devem prolongar as sanções.

Veto desde 2014

A Rússia respondeu às sanções de 2014 com um veto às frutas e hortícolas europeias. Desde então, o Kremlin defende que é a Europa quem deve dar o primeiro passo em direção à reconciliação para que a Rússia considere o levantamento das sanções.

Fonte: Agricultura e Mar Actual.

0 visualização0 comentário

©2021 - Root. All Rights Reserved. Designed & Developed by Broono

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn