Colheita da Pera Rocha vai atrasar este ano

A Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha (ANP), que representa mais de 90% da produção nacional deste fruto, estima, para 2016, «uma produção em termos de quantidade idêntica à da campanha anterior e com uma qualidade similar». Por outro lado, a produção encontra-se atrasada, devido às menos horas de frio registadas nesta campanha.

Em 2015, a produção dos associados da ANP foi de 114.422 toneladas e que foi caracterizada, face à campanha anterior, por um aumento de calibres e também níveis Brix superiores. Em 2015, a produção total nacional terá sido de 133.049 toneladas.

A Associação Nacional de Produtores refere que em 2016 a produção «encontra-se um pouco mais tardia, reflexo de oscilações das temperaturas (menos horas de frio), que provocaram um atraso e prolongamento da época de floração das pereiras». Não obstante, embora seja «ainda prematuro fazer uma previsão com rigor, estima-se como consequência que o início da colheita venha a ocorrer nas últimas semanas de agosto». Em 2015, a colheita na região Oeste teve início a 10 de agosto.

Estas estimativas foram divulgadas pela ANP na sequência de uma reunião com as suas associadas – para, entre outros assuntos, avaliar a produção de Pera Rocha – e tendo por base a apreciação efetuada por técnicos das diferentes centrais fruteiras da Região Oeste.

Fonte: FLF Revista.

#agronegócio #Fruticultura #Mercados #Pera

1 visualização0 comentário

©2021 - Root. All Rights Reserved. Designed & Developed by Broono

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn