Balança Comercial de Pequenos Frutos atinge saldo positivo de €65 milhões

A balança comercial de pequenos frutos atingiu em 2016 um saldo positivo de 65 milhões de euros. A framboesa foi a baga que mais contribuiu para este resultado, com um saldo positivo de mais de 104 milhões de euros, merecendo também destaque o mirtilo, que registou um crescimento significativo relativamente ao ano anterior.

De acordo com os dados preliminares relativos ao valor das exportações e importações de produtos agrícolas, publicados pelo INE, em 2016, celebrou-se a consagração dos pequenos frutos como o grande impulsionador do bom desempenho da fruticultura portuguesa,  ultrapassando todos os outros frutos em exportação.

O mirtilo, pela primeira vez em vários anos, conseguiu, num salto de mais de 140% em relação a 2015, um claro resultado líquido positivo, tendo as exportações conhecidas ultrapassado os 8 milhões de euros, resultando num balanço final do ano positivo de mais de 5 milhões de euros, contribuindo para o acentuar do saldo positivo da balança comercial de Portugal no que concerne aos pequenos frutos.

Na Framboesa, a expectativa de crescimento não era tão grande (pois o patamar era já muito alto), mas o resultado é ainda mais assombroso, com a exportação de mais de 106 milhões de euros, saldando-se, no final, mais de 104 milhões de euros de saldo positivo.

De uma forma geral, os “novos” pequenos frutos tiveram um excelente desempenho em 2016.

Por: Agriminho.

1 visualização0 comentário

©2023 - Root. All Rights Reserved. Designed & Developed by Broono

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn